Te cutuco me cutuca

Te cutuco, me cutuca, te cutuco, me cutuca, te cutuco, me cutuca. Logo isso vira um looping infinito.

Não sei porque, mas gosto de cutucar as pessoas. Off line, quero dizer. Vivo mexendo com quem tá perto, só pra tirar a pessoa do transe, pra encher o saco ou simplesmente mostrar que estou alí. Nunca precisei de uma razão importante pra isso, mas claro que faço apenas com amigos. Fiquem tranquilos que não saio por aí enfiando o dedo na costela de qualquer um.

Quando descobri no Facebook o botãozinho “poke”, ou “cutucar” em português, achei que era uma tentativa de humanizar a coisa toda, ou virtualizar o contato humano, mimimi mimimi. Curti, e comecei a cutucar e a receber cutucadas. Alguns cutucões vão e voltam, durando dias, semanas. Acho divertido, e não consigo ver que uma pessoa linda bonita e ryca legal me cutucou e não apertar o “cutucar de volta“. Ás vezes, ao visitar o perfil de alguém, prefiro cutucar a deixar um recado nada a ver, acho mais pessoal também. Ninguém nunca soube direito o que o botão significava realmente, mas pra mim está bem definido.

Pois bem, li esses dias estes dois posts sobre o assunto (post 1 / post 2), e fiquei braba. É, braba. Algumas pessoas determinaram que cutucar alguém no Facebook tem só segundas intenções e ponto. Quer dizer, se eu estiver com muita preguiça de me arrumar, sair pra balada, flertar, conhecer e copular, vou logo no botãozinho e pimba! A pessoa já saca que desejo seu corpinho e é só esperar para ver se a vontade é recíproca. Pfff! Francamente… Se eu desejar alguém, essa pessoa saberá por meios mais óbvios do que um dedo virtual na costela. Pura tentativa de achar pêlo em ovo.

Segundo os posts, essa é minha lista atual de quem quero comer

Eu cutuco, tu cutucas, ele/ela cutuca, nós cutucamos, vós cutucais, eles/elas cutucam. E tem quem não cutuca também.
Cada um faz por um motivo. Cada um recebe de uma forma. Cada um retribui pelo que quer. E não cutuca por que quer.

Já cutuquei pra chamar a atenção daquele gracinha, já cutuquei pra falar “oi, tô aqui“, já retribuí por educação e já cutuquei porque não tinha nada melhor pra fazer. A sacanagem do cutucão tá na cabeça de quem recebe.

Então, se você receber um cutucão meu no Facebook, não solte muito sua imaginação. Pense primeiro sobre o relacionamento que nós já temos, porque certamente não começarei nada por um botão.


Compartilhe este pensamento!
Facebook Twitter Linkedin Stumbleupon Email

Comments

Powered by Facebook Comments

You are not authorized to see this part
Please, insert a valid App ID, otherwise your plugin won't work correctly.

One comment on “Te cutuco me cutuca

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

131.143 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>